Follow by Email

domingo, 20 de maio de 2012

Portrait de femme




eu queria um rosto
e nesse rosto algo assim de indefinível
que me lembrasse a Vênus no espelho
mas que jamais ousasse um beijo
como se fosse um retrato

eu queria um olhar
e nesse olhar algo assim de indecifrável
que me tornasse cativo
mas que jamais ousasse uma certeza
como se fosse um nonsense

eu queria uma voz
e nessa voz algo assim de inefável
que me lembrasse uma sereia
mas que jamais ousasse um canto
como se fosse uma teia

eu queria enfim um corpo
e nesse corpo algo assim de intangível
que me fizesse escravo
mas que jamais ousasse um gesto
como se fosse um pecado