Follow by Email

domingo, 29 de maio de 2011

Era feliz e não sabia



não sei se foram as coisas
que me chegaram sempre depois da hora
ou se fui eu e minha demora

não sei se fui eu que cheguei antes
mas só em ideia  e pensamento
e criei sem querer esse tormento

não sei se da primeira vez
havia algo de errado no beijo
ou se já estava velho o desejo

só sei que estava ali
enquanto tudo  o que eu quis acontecia
embora não fosse mais o que eu queria

e se alguma vez acertei
o mais importante não fiz
não dei conta que então era feliz

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Vigília


o sono ainda não chegou

contorço-me para parir o dia

a noite persiste mas a madrugada

traz na garganta um grito

ao primeiro raio de sol

a vigília vai se apagando

ao esvaecer das brumas

os primeiros sons da alba

um chamado ao longe


um canto              depois outro                 e outro


nos olhos exaustos de noite

a longa espera e o peso

das últimas horas vestais
 

um latido              depois outro               e outro

no claro-escuro do solar

rompe  

ao longe

a luz

ainda não chegou

o sono

rompe

ao longe

a luz

rompe

o sono

(Jan/1994)